Notícia

StayAway Covid a app que combate a pandemia

StayAway Covid alertar os utilizadores de contactos de risco com coronavírus

7 de setembro de 2020
StayAway Covid a app que combate a pandemia
A app StayAway Covid usa os telemóveis para alertar os utilizadores de contactos de risco com alguém a quem foi recentemente diagnosticado o novo coronavírus. O seu uso é voluntário e gratuito, e o objectivo é que funcione como uma ferramenta complementar para travar a propagação da covid-19 em Portugal.
A StayAway Covid não precisa de dados pessoais

Sempre que a função de rastreio da minha app estiver ligada, o meu telemóvel guarda identificadores aleatórios dos telemóveis próximos de mim com a app instalada e activada e envia o meu identificador aleatório para esses telemóveis.

São guardados identificadores de telemóveis que estiveram mais de 15 minutos a menos de dois metros de mim. Estes identificadores são gerados ao acaso, sem qualquer dado pessoal. São apagados a cada 14 dias.


O alerta é feito sempre na própria app

A app passará do estado verde para amarelo. O estado da sua aplicação não é registado em nenhum outro sistema para além do seu telemóvel.Quando não há registo de “quaisquer contactos de proximidade com elevado risco de contágio”, a página inicial da app tem uma cor verde. Muda para o estado amarelo sempre que alguém “esteve próximo de alguém a quem foi diagnosticada covid-19”.


Depois de alertado, deverei ficar mais vigilante

quanto ao meu estado de saúde. Se a aplicação passar do estado verde para amarelo, a decisão de contactar as entidades de saúde é minha. Para além de mim, ninguém saberá que a aplicação passou ao estado amarelo.


Se me for diagnosticada covid-19?

Tenho acesso a um código que posso introduzir na app para alertar as pessoas de quem estive perto nos últimos 14 dias. Tenho 24 horas para o fazer e só um médico é que me pode dar este código.


Ao activar o alerta

Os identificadores aleatórios que difundi nos últimos 14 dias são partilhados publicamente num servidor oficial. Duas vezes por dia, as aplicações activas descarregam os identificares aleatórios no servidor e comparam-nos com os identificadores que têm guardados.


Como funciona?

A StayAway Covid depende de bluetooth, uma tecnologia de comunicação sem fios de curto alcance (usada em smartphones, auriculares, consolas) que permite que aparelhos troquem informação quando estão próximos. Não são guardados dados sobre as coordenadas geográficas do utilizador. Para garantir a compatibilidade entre diferentes telemóveis e gastar menos bateria, a app utiliza a nova interface de programação de aplicações (API) para rastreio de contágio desenvolvida pela Apple e pela Google.


Responsáveis

A Direcção-Geral da Saúde é a entidade responsável por gerir o sistema e garantir que o tratamento de dados respeita a legislação europeia e nacional. A aplicação está a ser desenvolvida desde Março pelo Instituto de Engenharia de Sistemas de Computadores, Ciência e Tecnologia (Inesc Tec), em parceria com o Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto e as empresas Keyruptive e Ubirider, no âmbito da Iniciativa Nacional em Competências Digitais.


Nunca poderei ser localizado, pois a app não tem acesso aos meus dados GPS!
Proteja-se, protegendo os outros!

Adicionar comentário

Subscreva a nossa newsletter

Mantenha-se atualizado(a) recebendo todas as últimas novidades no seu endereço eletrónico.